Artigo, Indústria e Tecnologia

Inteligência Artificial vs. Humanos: o que reserva o futuro da Indústria 5.0?

Nos últimos anos, a Inteligência Artificial (IA) tem-se tornado cada vez mais presente em diversas áreas, incluindo a indústria. O desenvolvimento de ferramentas de Inteligência Artificial aporta benefícios, como aumento da produtividade, da eficiência, a melhoria da qualidade e redução de custos e desperdícios. No mesmo sentido, o papel das pessoas dentro das indústrias tem evoluído, e é importante que assim continue, para corresponder à dicotomia entre a importância atual e o que podem e devem representar no futuro, na era da Indústria 5.0.

O papel da Inteligência Artificial vs. Humanos – o panorama atual

Atualmente, as ferramentas de Inteligência Artificial são capazes de realizar tarefas repetitivas e de rotina com maior rapidez e precisão do que o ser humano. Isso tem possibilitado uma maior automatização de processos nas indústrias, libertando os trabalhadores para se dedicarem a tarefas que requerem um know how que as máquinas ainda não possuem, como a criatividade, o pensamento crítico, a intuição e a decisão.

Assim, as pessoas nas indústrias têm-se tornado cada vez mais responsáveis por tarefas que exigem capacidades cognitivas mais avançadas, por exemplo, num processo de fabricação, a IA pode ser responsável por planear, definir estratégias, gerir projetos e realizar uma análise de dados em tempo real, identificando problemas que possam ocorrer na produção. Já as pessoas podem ser responsáveis por avaliar esses dados e tomar decisões estratégicas para abordar e solucionar os problemas identificados.

Outro âmbito onde a capacidade humana se tem tornado cada vez mais importante é a manutenção e programação das máquinas de IA. Embora as máquinas sejam passíveis de aprendizagem autónoma, ainda precisam de ser programadas e monitorizadas por pessoas, garantindo que as máquinas de IA funcionem de maneira eficaz, segura e controlada, entregando dados confiáveis.

Embora as ferramentas de IA possam automatizar muitas tarefas na indústria, as pessoas terão sempre um papel importante a desempenhar no futuro. Afinal, as máquinas de IA não são capazes de substituir completamente as habilidades cognitivas e emocionais das pessoas, como por exemplo, a capacidade de entender a cultura da empresa, as relações interpessoais e as vicissitudes do comportamento humano.

Embora as máquinas possam ser programadas para tomar decisões baseadas em regras pré-determinadas, elas não têm a capacidade de lidar com dilemas éticos ou avaliar nuances em situações complexas que envolvam julgamento humano. Isso significa que a vertente humana terá um papel crucial em garantir que as decisões tomadas pelas máquinas de IA sejam éticas e justas.

As máquinas podem ser uma ferramenta valiosa para ajudar as pessoas a tomar decisões, mas elas não devem substituir completamente a tomada de decisão humana.

Inteligência Artificial vs. Humanos na indústria

Pode a experiência humana ter um papel de destaque numa indústria de IA?

A experiência humana terá um papel de destaque na indústria de IA dos mais diversos modos, desde a especialização num setor específico até à garantia de ética e responsabilidade. Embora as máquinas de IA possam, em muitos casos, ser capazes de executar tarefas com mais eficiência do que as pessoas, as pessoas ainda têm um papel importante a desempenhar no desenvolvimento, implementação e monitorização das soluções de IA:

Especialização num setor específico

As pessoas que têm conhecimento e experiência em setores específicos podem ajudar a orientar o desenvolvimento da IA nesse setor. Por exemplo, engenheiros com experiência numa determinada indústria podem ajudar a criar soluções de IA que sejam específicas para essa indústria;

Desenvolvimento de soluções personalizadas

A experiência na indústria pode ajudar a desenvolver soluções personalizadas que atendam às necessidades específicas de uma empresa. Por exemplo, um consultor experiente pode trabalhar com os seus clientes para avaliar os seus processos e desenvolver uma solução de IA que se adapte às suas necessidades;

Tomada de decisão humana

Embora as máquinas de IA possam tomar decisões com base em regras predefinidas, a tomada de decisão humana ainda é importante em muitas situações. As pessoas com experiência em um setor específico podem ajudar a interpretar os resultados gerados pela IA e tomar decisões informadas com base nesses resultados;

Desenvolvimento e treino de algoritmos de IA

A experiência em programação e desenvolvimento de algoritmos pode ajudar a criar e treinar algoritmos de IA. Esses algoritmos podem ser projetados para aprender com dados de histórico e, portanto, as pessoas com experiência num setor específico podem ajudar a garantir que os algoritmos sejam treinados com dados relevantes;

Garantia de ética e responsabilidade

A experiência humana é fundamental para garantir que as soluções de IA sejam éticas e responsáveis. As pessoas com experiência num setor específico podem ajudar a garantir que as soluções de IA não sejam usadas de maneira inadequada ou inapropriada e que todas as decisões tomadas pela IA sejam éticas e justas.

De que forma a IA pode potenciar as ferramentas de BI na indústria?

Uma das situações em que a IA pode potencializar as ferramentas de BI na indústria é através da análise preditiva, que permite às empresas prever tendências futuras com base em dados históricos e padrões identificados pela IA. A análise preditiva pode ajudar a identificar oportunidades de mercado, prever possíveis riscos e tomar decisões informadas para maximizar a eficiência operacional e reduzir custos.

Outra forma em que a IA pode potencializar as ferramentas de BI na indústria é através da análise de dados não estruturados. As ferramentas de BI tradicionais são geralmente projetadas para lidar com dados estruturados, como números e tabelas, mas a IA pode ajudar a analisar dados não estruturados, como textos, imagens e vídeos. Essa análise pode fornecer valiosos insights para uma tomada de decisões muito mais fundamentada.

A IA também pode ajudar a simplificar a análise de dados em tempo real. À medida que as empresas começam a recolher mais dados em tempo real, as ferramentas de BI tradicionais podem ficar sobrecarregadas. No entanto, a IA pode ajudar a processar esses dados rapidamente e fornecer informações relevantes em tempo real para os responsáveis de decisão.

Além disso, a IA pode ser usada para automatizar rotinas e tarefas repetitivas, sem valor acrescentado, aumentando o tempo disponível para os operadores se concentrarem em tarefas mais estratégicas.

O que reserva o futuro da Indústria 5.0?

Indústria 5.0 é um termo relativamente recente que tem sido utilizado para descrever uma nova fase na evolução da indústria, caracterizada pela integração de tecnologias de automação avançadas, como a inteligência artificial (IA), robótica avançada e Internet das Coisas (IoT), para melhorar a eficiência e flexibilidade da produção, sem esquecer o papel fundamental que as pessoas desempenham no processo.

Pilares da Indústria 5.0

A Indústria 5.0 é vista como uma evolução natural da Indústria 4.0, que foi caracterizada pelo uso de tecnologias de automação, como a robótica e a IoT, para melhorar a eficiência e reduzir custos na produção. No entanto, a Indústria 5.0 leva essa abordagem um passo adiante, reconhecendo a importância das pessoas no processo de produção e procurando integrá-las de maneira mais harmoniosa com as tecnologias avançadas de automação.

Em vez de substituir colaboradores humanos por robôs, a Indústria 5.0 procura combinar o melhor dos dois mundos, aproveitando a experiência e a criatividade humana e combinando com as vantagens de automação avançada. Isto significa que as empresas precisarão de investir em novas tecnologias, como a IA e a robótica avançada, mas também de investir em formação e desenvolvimento para garantir que os seus colaboradores possam trabalhar de maneira eficaz com estas tecnologias.

Outra aplicação da Indústria 5.0 é a personalização em massa. Com a tecnologia de automação avançada, as empresas podem produzir em massa produtos altamente personalizados de forma eficiente e económica. Por exemplo, uma empresa de moda poderia usar a IA para analisar as preferências de seus clientes e criar designs personalizados em tempo real. Esses designs seriam então enviados para robôs que os produziriam em massa, permitindo que a empresa dê resposta às encomendas de forma rápida e eficiente.

Um dos benefícios mais importantes da Indústria 5.0 é que ela pode vir a diferenciar a empregabilidade no que respeita à qualidade e remuneração. A Indústria 5.0 reconhece a importância das pessoas no processo produtivo e procura integrá-los de forma cada vez mais harmoniosa com as tecnologias avançadas de automação. Isso significa que, em vez de eliminar empregos, a Indústria 5.0 pode ajudar a criar novos empregos que requerem habilidades mais avançadas e, portanto, mais bem remunerados.

Outra vantagem da Indústria 5.0 é a responsabilização na garantia da sustentabilidade na produção industrial. Com a IA e outras tecnologias avançadas, as empresas podem monitorizar e otimizar os seus processos de produção de maneira mais eficiente, reduzindo o desperdício e o consumo de recursos. Além disso, a Indústria 5.0 pode ajudar a criar produtos mais sustentáveis e personalizados, que atendam às necessidades dos clientes e ao mesmo tempo reduzam o impacto ambiental.

Para implementações no scope da Indústria 5.0, as empresas precisarão investir em tecnologias avançadas de automação e em formação e desenvolvimento para os seus funcionários. Além disso, as empresas precisarão de repensar as suas estruturas de produção e organização para integrar efetivamente as tecnologias de automação e os trabalhadores humanos. Isso exigirá uma mudança de mentalidade em relação à produção industrial, de modo que as empresas possam ver a automação não como uma ameaça aos empregos humanos, mas como uma oportunidade para melhorar a eficiência e a qualidade da produção.

Em resumo, a Indústria 5.0 é o caminho natural da evolução da Indústria 4.0 em que se procura integrar harmoniosamente a tecnologia e inteligência artificial com a criatividade e a capacidade crítica das pessoas. Com a IA na Indústria, a robótica avançada e o IoT, as empresas podem melhorar a eficiência e a qualidade da produção, ao mesmo tempo em que criam empregos de alta qualidade e mais sustentáveis. No entanto, é importante abordar as questões éticas e sociais levantadas pela Indústria 5.0 de forma transparente e aberta para garantir que esta seja implementada de maneira justa, equitativa e com o menor risco possível.

A próxima revolução está a chegar!

 
 

Subscreva a nossa Newsletter e receba sempre os conteúdos no seu e-mail! 📧

Este artigo foi útil?

Classifique este artigo

Uma vez que achou este artigo útil...

Siga-nos nas redes sociais